terça-feira, 31 de julho de 2007

Vencerás

Não desanimes.
Persiste mais um tanto.
Não cultives pessimismo.
Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo.
Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.
Avança ainda que seja por entre lágrimas.
Trabalha constantemente.
Edifica sempre.
Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
Não te impressione a dificuldade. Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia-a-dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realização sem esforço.
Silêncio para a injúria.
Olvido para o mal.
Perdão às ofensas.
Recorda que os agressores são doentes.
Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.
Não menosprezes o dever que a consciência te impõe. Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.
Não contes vantagens, nem fracassos.
Estuda buscando aprender.
Não te voltes contra ninguém.
Não dramatizes provocações ou problemas.
Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima.
Resguarda-te em Deus, persevera no trabalho que Deus te confiou.
Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
Age auxiliando. Serve sem apego.
E assim vencerás.

Emmanuel
(Página recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier)
Oferta do Centro de Cultura Espírita das Caldas da Rainha

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Para Vencer

* Evita as preocupações desnecessárias, reconhecendo que certos acontecimentos da vida, qual ocorre com o dia e a noite, surgirão sem qualquer interferência nossa.
* A cordialidade para com todos será a base na sustentação da própria harmonia, porquanto a cordialidade dos outros é ingrediente muito importante na aquisição da paz que procuras.
* Cultiva a bondade e o pensamento recto; no entanto, porque já possas fazer isso, não menosprezes aqules que se te afigurem errados, de vez que, provavelmente, em futuro próximo, terão galgado um degrau de elevação que despenderás talvez muito tempo para alcançar.
*I lumina-te com a verdade, distribuindo-a em veículos de amor; entretanto, não lhe uses o clarão para destacar as chagas alheias, porque o Poder Supremo que te auxiliou caridosamente a obter mais luz, saberá dissipar as sombras nas quais, porventura, ainda se envolvam muitos dos nossos irmãos.
* Desculpa sempre, sejam as ofensas como forem, reflectindo nas faltas e débitos em que temos sido infinitamente perdoados.
* Corrige amando, onde anotes a presença do erro, aproveitando o exemplo do cirurgião que não corta além da necessidade de preservar a vida.
* Valoriza o teu lugar de trabalho, por mais ínfimo que pareça, nele rendendo o máximo de bem ao teu alcance, entendendo que o mar não substitui a fonte, e a fonte, que não pára no próprio curso, chegará, inevitavelmente, à imensidade do mar.
* Auxilia, educando os que te reclamem amparo, de modo que a suposta auto-suficiência não te esfrie o coração e de maneira que a tua generosidade em descontrole possível não cronifique a servidão e a dependência.
* Ama com todas as forças do sentimento; contudo, não exijas a retribuição dos entes queridos, uma vez que amar igualmente significa compreender, e muitos daqueles que amamos devem carinho e abnegação a outros seres, a fim de se realizar na plenitude do amor que aspiramos a alcançar, em auxílio a nós mesmos.
* Não permitas que desilusões e provas te impeçam de trabalhar, porquanto a Divina Providência, em qualquer ocorrência difícil, nunca te faltará com os recursos precisos, em matéria de amor e de apoio material, para que não te omitas nos encargos que te competem. E, ainda mesmo quando te acredites sob protecção imbatível, no que se refira a disponibilidade terrestre, trabalha sempre, porque ninguém vence os caminhos de acesso à felicidade quando não se dedica a servir e mais servir.
Emmanuel
Mensagem psicografada por Chico Xavier em Caminhos de Volta

domingo, 29 de julho de 2007

Conheça o Espiritismo

Quem são os espíritas?
Os espíritas são pessoas normais, com os seus empregos, famílias, obrigações sociais, que nos seus tempos livres se dedicam ao estudo e prática do Espiritismo, gratuitamente, apenas com o objectivo da prática do Bem e do auxílio desinteressado ao próximo. Nenhuma actividade é paga nem se aceitam donativos em troca das suas actividades.
O que é o Espiritismo?
O Espiritismo define-se como sendo a ciência que estuda a origem, natureza e destino dos espíritos, bem como as relações existentes entre o mundo espiritual e o mundo corpóreo. A Doutrina Espírita (ou Espiritismo) não é mais uma religião, nem mais uma seita. É uma ciência filosófica de consequências morais. Ensina-nos a entender a dinâmica da vida, a entendermos quem somos, de onde viemos e para onde vamos no concerto eterno da vida. Nesse sentido, o Espiritismo ajuda o ser humano a melhorar-se e a crescer espiritualmente. O Espiritismo é ciência, filosofia e moral.
Ciência, porque investiga (utilizando o método experimental, indutivo e dedutivo) os factos espíritas, os chamados fenómenos mediúnicos ou contactos com mundo espiritual, que são factos naturais, normais;
Filosofia, porque dá uma interpretação da vida, respondendo às naturais questões "quem sou eu?", "de onde venho?", "o que faço na Terra?", "para onde irei depois da morte?", explicando os factos espíritas e extraindo daí toda uma filosofia de vida;
Moral, porque objectiva a transformação moral do ser humano, explicando que este somente será feliz quando colocar em prática as noções ético-morais que Jesus deixou na Terra, espalhando a fraternidade entre os homens e melhorando assim o tecido social do planeta, dinamizando a tolerância, o perdão, a compreensão, pacificando assim o homem e consequentemente a sociedade.
Princípios básicos do Espiritismo
Existência de Deus - Deus é o criador do universo, inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, omnipotente, soberanamente justo e bom.
Imortalidade da alma - O Espiritismo demonstra experimentalmente que somos imortais, que o espírito é eterno, que apenas o nosso corpo de carne morre, pesquisando esses factos com pessoas que têm a capacidade de captar o mundo dos espíritos (médiuns ou pessoas dotadas de paranormalidade ou percepção extra-sensorial).
Comunicabilidade dos Espíritos - Através da mediunidade (capacidade que algumas pessoas têm para captar o mundo espiritual ou extra-físico) prova-se que é possível comunicar com aqueles a quem chamamos de "mortos", mas que estão ão vivos como nós. Eles vêm do mundo espiritual dar provas inequívocas da sua imortalidade, com dados concretos que mais ninguém poderia saber, comunicando das suas alegrias ou tristezas, de acordo com os seus estados de alma, dando-nos ensinamentos para que não repitamos os mesmo erros, tendo assim o ensejo de sermos felizes.
A reencarnação - O Espiritismo diz-nos que já vivemos muitas vidas antes desta e que viveremos muitas mais. Todos os Espíritos foram criados simples e ignorantes e todos chegarão um dia ao estado de Espírito Puro. Esse trajecto será mais ou menos demorado, de acordo com o livre arbítrio de cada um, dependendo do seu esforço próprio. Somos nesta vida o somatório das vidas anteriores e a próxima vida dependerá também do que realizarmos nesta existência. Existe uma lei de causa e efeito. Nada acontece por acaso, existindo no nosso passado de vidas anteriores, causas para muitos dos problemas que temos hoje em dia. Seremos mais felizes ou infelizes na vida futura, de acordo com o que realizarmos nesta existência. A semesadura é livre mas a colheita é obrigatória, como já nos advertira Jesus.
Pluralidade dos mundos habitados - O Espiritismo diz-nos que todos os planetas são, de um modo geral, habitados por espíritos em diferentes estados evolutivos, ora em corpos adequados a esses planetas, ora no mundo espiritual correspondente a esse planeta. Assim, as condições existenciais nesses planetas poderão, caso exista vida organizada como na Terra, ser iguais, inferiores ou superiores às da Terra.
Como conhecer o Espiritismo?
Lendo os livros de Allan Kardec que poderá encontrar nas liovrarias ou nos centos espíritas:
O Livro dos Espíritos tem 1019 perguntas organizadas por Kardec com as respectivas respostas dadas pelso espíritos, algumas enriquecidas pelos comentários de Kardec. Contém os princípios filosóficos do Espiritismo sobre a imortalidade da alma, a natureza dos espíritos e as suas relações com os homens, as leis morais, a vida futura e o porvir da humanidade.
O Livro dos Médiuns contém a parte experimental do Espiritismo, explicando a mediunidade, como lidar com ela, os meios de comunicação e relacionamento com o mundo espiritual, bem como usar a mediunidade em segurança.
O Evangelho segundo o Espiritismo é o livro dedicado à parte ético-moral da Doutrina Espírita, explicando os ensinamentos de Jesus à luz do Espiritismo e a sua aplicação a diversas áreas da nossa vida, numa linguagem acessível e actual.
O Céu e o Inferno faz um estudo comparativo entre as várias doutrinas, sobre a vida para além da morte do corpo de carne, mostrando os mecanismos através dos quais a justiça e equidade divinas se manifestam no nosso dia-a-dia.
A Génese descreve-nos a criação da vida no universo, a formação da Terra, dos seres vivos e explica as leis dos fluidos e as leis que regem o mundo dos espíritos.
O que não é o Espiritismo?
O Espiritismo não se compadece com negócios, comércio, aceitação de dinheiro em troca de auxílio. Os espíritas não colocam anúncios nos jornais publicitando os seus dotes, prometendo curas e resolução de problemas. Quem assim procede não é espírita. Até poderão ser médiuns mas não são médiuns espíritas. Os médiuns espíritas não cobram nada, auxiliam com completo desinteresse, objectivando apenas o auxílio fraterno ao próximo, trabalhando sempre em grupo nos centros espíritas e nunca sozinhos.
O Espiritismo não tem sacerdotes, chefes, hierarquias, rituais, cerimónias, sacramentos, cultos, imagens, santos, velas, defumadouros, vestes especiais, nem tem nada a ver com a superstição, crendice, curandeirismo, magia, bruxaria, adivinhação.
O Espiritismo é cultura.

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Bem-Vind@s!

Bem-Vindos e Bem-Vindas ao blogue do Centro Espírita Boa Vontade de Portimão!
Com a criação deste espaço visamos a divulgação da doutrina que desperta consciências e consola corações, assim como a actualização de informações sobre as actividades que desenvolvemos na nossa casa e sobre outros eventos gerais.
Um blogue permite a interacção, ainda que diferida, entre os autores e os leitores. É, aliás, a saudável partilha de opiniões que nos permite aprender, reflectir e, assim, crescer. Convidamos-vos, pois, a comentar o que por aqui formos postando e a colaborar com a inserção de informações através do nosso e-mail: cebv@megamail.pt.
Convidamo-vos também a uma visita à nossa casa. As portas estarão sempre abertas para vós.
Que o Mestre Amigo vos abençoe na Sua Luz, na Sua Paz, no Seu Amor!